sábado, 27 de janeiro de 2018

Lúcifer 🔥👿




Se estão a precisar de uma dose generosa de boa disposição, hoje trago a luz ao fundo do túnel que tanto aguardavam! Esta luz vem das profundezas e estabelece-se na Califórnia, para fazer umas férias prolongadas. 




Fonte: http://www.filmandtvnow.com/wp-content/uploads/2016/05/Lucifer-FOX-TV-series-artwork.jpg


Pois é! O diabo (o próprio), farto das punições e do vil mundo inferior, considera que a sua vida de cão (de servo de Deus) chegou ao fim. Embora caído, Lúcifer é um anjo, como tal escolhe a cidade que melhor o define para assentar: Los Angeles. À moda de Camões, a série começa in medias res, uma vez que, quando o espectador conhece Lúcifer Morningstar, já o mafarrico arrecada cinco anos de convivência com os mortais. Durante estes cinco anos, o diabo transformou-se num empresário de sucesso e abriu a Lux, uma discoteca bem animada lá por aquelas bandas. Se pensam que o diabo se tornou bem-sucedido pelo seu charme, estão corretos. No entanto, há que realçar que aqui também vigorou a meritocracia. Para além de ter a faturação toda em ordem, Lúcifer encanta as noites das criaturas mundanas com sessões de música ao vivo, adornadas com um piano de cauda, uma voz sedutora e uma presença espirituosa. 


A somar a esta sua profissão, Morningstar gosta de saber os desejos mais obscuros dos humanos que se cruzam com ele, para que os possa concretizar, sejam eles benevolentes ou mais travessos. Tem o dom de olhar nos olhos das pessoas e de lhes arrancar as vontades mais recônditas. Ora, um dom desta dimensão tem de ser explorado ao máximo! O diabo aproveita o facto de ter conhecido Chloe, uma inspetora da polícia judiciária, para lhe impingir os seus valiosos serviços. Por outro lado, Lúcifer não descansa enquanto não descobrir por que motivo a inspetora não cai na sua hipnose diabólica. Assim, junta-se o útil ao agradável, para além de contribuir para a segurança da gente de Los Angeles, Lúcifer ainda pode investigar as origens de Chloe. 



Fonte: https://i.pinimg.com/originals/a3/a6/54/a3a654230029de61ad9cc1ac8dd73153.jpg



Os dois tornam-se parceiros de investigação e criam uma amizade muito cómica. Aliás, não esperem que a série seja dramática e cheia de desventuras proporcionadas pelo sobrenatural. Em Lúcifer, reina a positividade, o sarcasmo afiado, a ironia certeira e um caso de homicídio para desvendar em cada episódio. Evidentemente, que mais criaturas celestes vão aparecer e desestabilizar a vida ostensiva que Lúcifer foi construindo. Todavia, o fantástico é utilizado na medida exata. Não há exorcistas, crucifixos ou rezas. Há somente o caricato, a virilidade e a lascívia da figura que, outrora, governou o Inferno. 


Fonte:http://fangirlish.com/wp-content/uploads/2017/08/Lucifer-Cast-Header.jpeg


Entre a luxúria, uma vida de consultor da polícia judiciária e as sessões de psicoterapia com a Doutora Linda Martin, vamos assistindo a uma humanização progressiva do diabo, que vai ganhando consciência dos seus sentimentos, emoções e da forma como a sua presença pode afetar a vida do próximo. As únicas coisas que nunca irão mudar são o seu gosto refinado, a preferência por fatos de alta costura e o seu inesperado talento para lidar com crianças. 


Fonte: https://i.pinimg.com/originals/a8/74/6a/a8746a994052717541a7082a7d98ac03.jpg







👿




Fonte:https://i.pinimg.com/736x/02/d3/0c/02d30ce27e62afec9f1a3309492bb388--lucifer-morningstar-tom-ellis.jpg














👼












A série vai na sua terceira temporada e sai, todas as segundas, na Fox. Se estão a precisar de uma gargalhada, não a vão encontrar no Céu. 🔥





Escrito por Susana Ferreira.

Sem comentários:

Enviar um comentário