sexta-feira, 7 de julho de 2017

Breaking Bad 🎩🕶💰

Fonte: https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/originals/d1/8a/05/d18a05bdc34003a7889eb7be40c6b09d.jpg


Sabem aquelas séries que toda a gente já viu e que têm diversos grupos de culto? Bom, eu costumo guardá-las num arquivo mental denominado ''um dia vou ver''. Breaking Bad é, sem dúvida, uma série muito reverenciada pelo público. Recordo que o término da obra-prima foi um suplício para os espectadores. 


Depois de ficar em pousio no meu cérebro, atrevi-me a experimentar este dito Santo Graal da televisão. Devo confessar que, até hoje, nenhuma série me tinha causado tanta inquietude. Estou acostumada a sangue, a chacina, a personagens maléficas, a decisões altruístas, a decisões egoístas, a vilões, a heróis e a mentes retorcidas, MAS não estava preparada para a dupla Walter e Jesse. Ainda só vi a primeira e segunda temporadas, porém estou aqui num rebuliço. 


Walter é um professor de Química de liceu com capacidades excecionais. Quando é diagnosticado com cancro de pulmão, decide juntar-se a Jesse (drug dealer e ex-aluno) e produzir a metanfetamina mais pura que alguma vez andou nas ruas. Com uma bebé a caminho e um filho de 16 anos com paralisia cerebral, Walter quer vender a quantia suficiente de crystal para assegurar o futuro dos que ama. 


1. Produzir crystal de qualidade ímpar; 2. Vender a um preço justo; 3. Perfazer a quantia necessária para garantir uma vida desafogada à família. Três passos que parecem simples mas que acarretam demasiados danos colaterais. Matar, ocultar, mentir e sair ileso. Estas são, agora, as preocupações daquele que outrora foi um mero professor do ensino secundário.


Apesar de manterem uma relação de cão e gato, Walter e Jesse conseguem levar os seus intentos avante. Jesse é um menino desprotegido e frágil quando confrontado com os seus vícios, com a rejeição por parte da sua família e com a perda de um amor tóxico. Contudo, o companheirismo de Walter ajuda-o a superar, a estabelecer objetivos e a aprender um bocadinho de ciência. 


Para além da dupla maravilha, realço também a esposa de Walter, Skyler White: melhor do que qualquer agente da DEA. Consegue cheirar os problemas à distância e apanhar o marido no chorrilho de mentiras que ele próprio criou. Basta fazer o telefonema certo, estar atenta a alguns sinais et voilà. Estou muito curiosa para saber se ela vai conseguir arrancar a verdade a Walter. 


O império destes heróis/vilões (não me consigo decidir) mal-amanhados está a expandir-se para os senhores de colarinho e há evidências que já não se podem dissimular. Quero muito ver como isto vai culminar.


Se viram Breaking Bad, deixem a vossa opinião nos comentários. Gostava muito de saber. Ficaram tão ansiosos como eu? 🎩🕶💸💰




Escrito por Susana Ferreira. 

2 comentários:

  1. Eu sou, regra geral, dessas pessoas, que vê as coisas quando já toda a gente viu :P e esta eu já tenho aqui para ver, mas ainda não vi!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha estou a gostar muito! É um tema diferente ... E há coisas que custam um bocadinho a ver... As imagens não impressionam mas os valores e os sentimentos que estão inerentes a elas são difíceis de gerir. É difícil estar na pele do Walter.

      Eliminar