sábado, 28 de janeiro de 2017

La La Land

Fonte: https://i.ytimg.com/vi/GTWqwSNQCcg/maxresdefault.jpg


Não sou aquela pessoa que vê todos os filmes nomeados para os Oscars antes da própria cerimónia, de modo a torcer fervorosamente pelos seus preferidos. No entanto, gosto de acompanhar e de assistir aos que mais me cativam. 

Depois de ver o Silêncio, fiquei muito desiludida... Achei um filme péssimo. A fotografia é muito bonita e o argumento poderia, efetivamente, elevar a obra de Scorsese a um nível quase lírico. Todavia, na minha opinião, há falhas irreparáveis. Não consegui ultrapassar o facto de terem atropelado a língua Portuguesa, de uma forma TÃO deselegante. Bom, mas isso são outros quinhentos... 

Como fiquei um amargo de boca, tentei ver mais um dos nomeados: La La Land. Seria mais um tiro no escuro? 

Não, de todo! Vamos já tirar esta pedra do caminho: eu gosto de musicais. Não me importava que a minha vida fosse um musical! 😆😅 As personagens resolvem os conflitos a dançar e a cantar! O que podemos querer mais?

Para quem acha o género musical maçudo, tranquilizo-vos. Podem assistir à confiança. Este filme não se assemelha aos Miseráveis, por exemplo. Em La La Land, a dança e o canto são esporádicos e muito bem calculados. Tudo está onde deve estar. Os jogos de luzes, as cores e o guarda-roupa são conjeturados ao milímetro... Porém, tudo isso é oferecido ao público de um modo tão despretensioso e tão natural... Enfim, garanto-vos que há momentos de absoluta poesia!

Os atores Emma Stone e Ryan Gosling contribuem muito para essa apoteose de magia. Não são perfeitos, nem têm de o ser. As vozes e os passos, muitas vezes envergonhados, conferem às cenas a delicadeza e a airosidade desejadas.



Fonte: https://1.bp.blogspot.com/-FKnVXN88CIA/WFv5EQsgJYI/AAAAAAAAMXE/DcLf_6s0gH4WP-VL9aCbqiOBTmPI-aCXQCLcB/s1600/LaLaLand.gif


Mia (Emma Stone) trabalha num bar dos estúdios da Warner Bros. O seu verdadeiro sonho é ser atriz. Enquanto isso não acontece, para além de se deliciar com o ambiente cosmopolita em que está inserida, vai tentando a sua sorte em audições. O dia D teima em não chegar, mas Mia mantém-se positiva.

Sebastian (Ryan Gosling) é um pianista de jazz. Amante do seu género, quer continuar a viver do seu talento e evita, a todo o custo, ser corrompido pela onda pop da atualidade.

As vidas destes criativos cruzam-se numa noite em que a ''vista é perfeita''. A relação dos protagonistas vai evoluindo e, aos poucos, estes vão-se debatendo com questões existenciais, no que diz respeito ao futuro profissional de cada um.


Fonte: http://assets.papelpop.com/wp-content/uploads/2016/11/la-la-land-trailer.jpg

Aconselho vivamente! Penso que mesmo os que não gostam de musicais, vão ficar surpreendidos!


🌟⭐🌠



Escrito por Susana Ferreira. 

Sem comentários:

Enviar um comentário