quinta-feira, 5 de maio de 2016

O drama da Psoríase

Olá a todas e a todos!

Se acompanham o blog, já devem ter visto referências ao facto de ter Psoríase, uma doença de pele.
Desde o primeiro dia em que descobri que tinha esta doença até hoje, muitas são as vezes que as pessoas me perguntam: "O que é isso????".
Então, este post serve para elucidar quem não sabe o que é a Psoríase nem como se manifesta, mas também para tentar ajudar as muitas pessoas que a têm e que eu sei que existem alturas mesmo angustiantes.

1. A Psoríase não é contagiosa; trata-se, na maioria dos casos, de uma condição genética.

Vejam, se esta doença fosse contagiosa praticamente todo o mundo a tinha! Por norma, quem tem Psoríase herda de algum parente; contudo, existe uma minoria de pessoas que devido a vários fatores (como o stress por exemplo) desenvolve esta doença. 
Podes andar uma vida inteira sem ela se manifestar (eu descobri só quando tinha 14 anos). Quando fui à dermatologista e ela me explicou que era algo ao nível da genética, eu não entendi pois, até à data, não tinha ninguém com Psoríase na família. Até que, há quatro anos, o meu pai descobriu que também tinha... Com 63 anos. 
É uma doença crónica, a partir do momento em que sabes que a tens, sabes imediatamente que tens ali uma companheira para a vida. 

2.  A Psoríase não se manifesta de igual modo em toda a gente.

Existem sintomas de que estamos perante a Psoríase: lesões avermelhadas e descamativas na pele e pele extremamente seca (chegando a sangrar inclusive) são os mais comuns. O que quero dizer com isto é que a extensão e a gravidade dessas lesões não é igual para todas as pessoas, existindo, por isso, vários graus da doença. 

Na altura em que fui acompanhada pelo dermatologista, foi-me dito que tinha um dos graus mais leves, de tratamento mais fácil. Naquele momento não achei, agora sei que, apesar de ter Psoríase, fui abençoada. 

Por exemplo, o meu tipo de Psoríase é semelhante a este:

Fonte:http://www.tratamento-natural.com/corpo/tratamento-natural-psoriase/
No entanto, esta doença também se manifesta das seguintes formas (três exemplos de muitos): 

Fonte: http://www.tuasaude.com/sintomas-de-psoriase/
Fonte:http://www.mdsaude.com/2011/03/psoriase.html

Fonte: http://www.derme.pt/psoriase


3. Surge da noite para o dia, literalmente.

Antes de saber que tinha esta doença, NUNCA tive quaisquer sintomas... Sempre fui muito paranóica com doenças e observo o meu corpo com demasiada frequência. Sempre mas sempre foi assim. Teria notado se algo estivesse errado. 
Não vos consigo explicar o porquê de ter sido só aos 14 anos e o que proporcionou a sua erupção. Mas, literalmente, fui dormir tranquila e no dia seguinte tinha o corpo às manchas... Como devem calcular, assustei-me e não foi pouco. 
Tinha manchas como as da primeira imagem que vos mostrei (um pouco mais espessas e inflamadas) em todo o lado... MESMO em todo o lado, da cabeça aos pés, de diferentes dimensões. 

4. O tratamento.

Não há volta a dar: vocês têm sempre de consultar um dermatologista que vos diga não só o tipo de Psoríase que têm e a medicação para o seu tratamento, como também vos esclareça todas as dúvidas que tenham!
Por exemplo, eu não sabia que existia esta doença até a ter! E tenho a certeza de que isto acontece diariamente, não só com a Psoríase, mas com outras doenças, até mais graves. Não hesitem e não fiquem satisfeitos até terem todas as vossas dúvidas esclarecidas. 
Pagar a um dermatologista é caro? É! Mas é a nossa saúde que está em jogo! E não há ninguém melhor para vos ajudar, neste caso, do que um dermatologista. 

No início, eu tive de colocar duas pomadas (uma para o dia e outra para a noite), comprimidos para a comichão das manchas, um champô específico, uma pomada para colocar à volta dos olhos e um creme hidratante gordo para depois do banho (aliviava também a comichão). 

Posso dizer-vos que o sol foi o meu melhor amigo. Eu descobri que tinha Psoríase em Janeiro de 2006 e a minha dermatologista disse para ir, a partir de Março, à praia, devidamente protegida, com protetor solar. 
Foi o que fiz e nunca mais tive manchas no corpo todo como no início, pois o sol "queimou-as". 
No entanto, e sendo esta uma doença sem cura, existem zonas do meu corpo onde, volta e meia, está sempre presente, sendo elas o couro cabeludo, a zona ocular e as orelhas. 
Rara é a vez em que me aparece uma mancha noutro sítio... Mas acontece. 

O tratamento é diferente dependendo do grau de Psoríase que tenham; no entanto, vou dizer-vos os produtos que uso (cliquem no nome):

-  Pomada Diprosone: Arrisco-me a dizer que é a melhor pomada à face da terra e a que me vai acompanhar para a eternidade. É a mais barata também (3,50 €) e compra-se em qualquer Farmácia.
Atenção! Esta pomada contém cortisona, é preciso cuidado!

- Soothing eye contour cream, Avéne (15€): é o creme que uso para a zona dos olhos. Compro em qualquer Farmácia ou Parafarmácia.

- Champô Kertyol P.S.O., Ducray (15€): O champô que uso indicado para quem tem Psoríase no couro cabeludo!



5. Lidar com a exposição.

A nossa pele é, basicamente, o que somos. É a primeira coisa que as outras pessoas vêem de nós. E, como devem calcular (visto que a primeira vez que a doença se manifestou foi na adolescência), houve situações difíceis de gerir... Como a mudança de roupa no balneário antes da aula de Educação Física. Não foi fácil, sentia-me um monstro, as meninas olhavam-me de alto a baixo com ar de nojo e perguntavam-me o que era aquilo mas eu não sabia responder... E mesmo quando soube, elas não entendiam.

Como em qualquer situação, a aceitação é o que custa mais. Admitir que temos alguma coisa e sabermos que ela vai durar para sempre. Mas, também como em qualquer situação, a partir do momento em que aceitamos, sentimos algo libertador.
Já ninguém pode usar isso como uma piada ou tentar humilhar-vos com a vossa própria doença.

Mais uma vez digo que no meio disto sinto-me abençoada, porque mesmo essa fase pior (a das manchas em todo o corpo) durou pouco tempo. 
Depois, com o tempo, aprendi que o que o meu corpo precisa é de muitaaaa e constante hidratação (quem me conhece sabe que eu sou, entre outras paranóias, a paranóica da hidratação)... Sobretudo na zona ocular. Então, isso é algo que eu tenho sempre em mente e não descuro.

Uma dica para toda a gente mas, sobretudo, para quem sofre com esta doença de pele: Bebam sempre muita água (estou sempre a dizer isto) e tenham sempre um creme gordo na vossa mesinha de cabeceira... O clássico Nívea da embalagem azul, creme Barral, seja o que for... Poupam um dinheirinho. 

Espero que vos tenha ajudado de alguma maneira! 
Muitos beijinhos!

Escrito por Sónia Dias.

2 comentários:

  1. Sou mais abençoada que tu, apesar da minha se ter manifestado tinha eu 9/10 anos e terem-me feito uma biópsia e tudo (horrível, garanto já), só apresento alterações na unha do dedo mindinho da mão direita e uma amostra no lado do pé esquerdo, a qual desde que a erradiquei da primeira vez nunca mais voltou, embora no meu pé se note a zona mais avermelhada, que nunca desapareceu.
    Já a pomada que uso é a daivobet que custa a módica quantia de 40 e tal euros, mas que é comparticipada e só se fica a pagar uns 4 euros ou algo do género. Não sei ao certo qual o tipo de psoriase que tenho, na altura era muito pequena e não me recordo de muitos pormenores, mas a pomada é maravilhosa. Meia dúzia de vezes depois de a aplicar e o que tenho na unha fica bom !
    Quanto ao desconhecimento da doença, acho que cada vez mais as pessoas ouvem falar dela. Já existe tanta gente com ela e que fala abertamente dela que já não é bem um "bicho papão". Claro que em crianças mais novas e teenagers é sempre aquela coisa, porque é estranho e mete nojo. Apesar da minha ser pequenina também senti essas coisas, toda a gente olhava para a minha unha e comentava, até que passei a pintá-las sempre para que ninguém visse - mesmo que fizesse mal, porque os vernizes são bons para as unhas né. Hoje em dia deixei-me disso :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, claro que, hoje em dia, a doença já está mais divulgada, principalmente por haver aquele tratamento dos peixinhos na piscina AHAHAH :D mas acredito plenamente que, ainda assim, existam pessoas que desconheçam!
      Parece-me que estas pomadas são milagrosas... a diprosone que referi é excelente, não há palavras, vês diferenças muito consideráveis só a colocares uma vez! mas não deve dar para ti, julgo eu :/ mas realmente é barata...
      O destino assim quis que tivéssemos esta doença! AHAHA
      Beijinhos :D

      Eliminar