sexta-feira, 29 de abril de 2016

TAG: Dias da semana em livros

Book of Books, Vladimir Kush, (data desconhecida) 






Domingo: Um livro que não queres que termine ou não quiseste que terminasse.



Mariana: Curiosamente, recordei agora o Ética para um jovem de Fernando Savater. O livro aborda temas filosóficos, porém numa linguagem completamente acessível ao público a que se destina. 

«Não perguntes a ninguém aquilo que deves fazer com a tua vida: pergunta-o a ti próprio. »



Susana: A trilogia dos Hunger Games :') 



Sónia: O Principezinho é o melhor livro de sempreeee! Posso lê-lo com 9, 18, 25 anos que sei que vou ficar sempre apaixonada. Se o lesse outra vez iria ter outra perceção sobre a  mensagem que veicula...E ela é sempre a mesma. 



Segunda: Um livro que tens preguiça de começar.



Mariana: As Crónicas de Gelo e Fogo, George R.R. Martin Os livros explicam em mais detalhe a história, como sempre acontece, e muitos momentos são diferentes dos apresentados na série. Há até personagens que na série já morreram e permanecem bem vivas nos livros. Mas... São seis calhamaços (e o sétimo ainda não foi lançado) !!



Susana: Desde que vi o filme português Amor Impossível (http://cantosuperiordireito.blogspot.pt/2016/01/sera-isto-o-amor.html) que fiquei com curiosidade de ler O Monte dos Vendavais, de Emily Brontë mas ainda não está esquecido!



Sónia: Quantas Madrugadas Tem a Noite e Sonhos Azuis Pelas Esquinas, do Ondjaki. Pelo simples facto que mos emprestaram e eu ainda só olho para eles. 


Terça: Um livro que leste por obrigação.



Mariana: Vi-me e desejei-me para acabar de ler Macunaíma de Mário de Andrade. Esta era umas das obras de leitura obrigatória para a cadeira de Literatura Brasileira 2. 

«Ai! Que preguiça!»



Susana: Até gostei de alguns livros que li ''por obrigação'' mas há outros que me deixaram de cabelos em pé ... Tenho consciência do seu valor na Literatura Portuguesa mas O-D-I-E-I (não há livro que odeie mais) o Eurico, o Presbítero, de Alexandre Herculano. Não posso ouvir o nome HERMENGARDA ... Dá-me logo a volta ao estômago! Como a Mariana diz, «o Romantismo não é para mim»! Mas o Realismo, sim! Adoro obras e contos Realistas. 



Sónia: Como a Susana disse, o Eurico, o Presbítero foi horrível de ser ler. Penso que nem o acabei. O Cemitério de Pianos, do José Luís Peixoto também é complexo mas gostei. 



Quarta: Um livro que deixaste pela metade ou o livro que estás a ler no momento.




Mariana: Dom Quixote de La Mancha, de Miguel de Cervantes. É sem dúvida uma grande falha! No momento estou em busca de um livro que me relembre o prazer único que é ler :D



Susana: No momento, estou a ler o Inferno, de Dan Brown... É a primeira vez que estou a ler algo do autor mas a temática é muito interessante e tenho a certeza de que vou gostar. Pela metade, deixei alguns que gostava de voltar a tentar, como por exemplo o The Maze Runner ou Flowers in the Attic (mas acho que este último é demasiado doentio para mim =D). 



Sónia: Neste momento, estou a ler A Desumanização, do Valter Hugo Mãe. Um livro que deixei a meio foi Os Cus de Judas, do António Lobo Antunes... Não me estava a cativar. 



Quinta: Um livro que não recomendas.



Mariana: Talvez eu não devesse estar a apontá-los, porque ainda não li nenhum deles. Tendo em conta os filmes, acredito que os livros de Nicholas Sparks serão também de qualidade duvidosa. Não me odeiem, podemos gostar de tudo e encontrar sempre algo de positivo! No entanto, tenhamos espírito crítico e saibamos distinguir o bom do mau. 



Susana: Tudo o que seja da Margarida Rebelo Pinto e do Pedro Chagas Freitas. Desculpem a minha sinceridade. Filosofias de amor embrulhadas umas nas outras... Causa um certo ruído, na minha opinião.



Sónia: O mesmo do que a Susana. Paraliteratura? Não, Obrigada!  Hoje em dia, qualquer pessoa pode escrever um livro, é verdade, está no seu direito. Resta aos leitores, como disse a Mariana, distinguir o bom do horrível. 


Sexta: Um livro que esperas muito.



Mariana: Bem, quero muito que seja verdade que serão lançados mais dois livros da saga Millenium. O autor, Stierg Larsson, já faleceu, mas David Lagercrantz tratou de continuar esta narrativa. Colocando de parte a comparação entre a escrita dos dois, o que importa é que estou feliz por reaver a carismática Lisbeth Salander :)



Susana: O livro já foi lançado há algum tempo em Portugal... Toda a gente falou dele e fiquei com muita curiosidade: A Rapariga do Comboio.  



Sónia: Já estou para comprar o Caim, do Saramago, há mil anoooooos! Mas nunca o encontro (pelo menos no sítio onde vivo). Quero muito ter esse livro.



Sábado: Um livro que quiseste reler assim que terminou.



Mariana: Frankenstein, Mary Shelley. Uma verdadeira pérola, capaz de acrescentar qualquer um em várias áreas. Querem ler algo muito bom? Aqui está :)



Susana: A trilogia dos Hunger Games :') Desculpem a repetição mas o último filme desiludiu-me muito, achei que não bateu a bota com a perdigota e tive vontade de voltar a ler os livros para tirar este amargo de boca com que fiquei. 



Sónia: Chamem-me louca, mas eu achei o Memorial do Convento e o Levantado do Chão lindos, apesar da sua extensão. 





Canto Superior Direito. 

Sem comentários:

Enviar um comentário