quinta-feira, 17 de março de 2016

A arte do nonsense em «Scream Queens»

Fonte: http://nme.assets.ipccdn.co.uk/images/2015ScreamQueens_Press_01_090915.article_x4.jpg

Todos os que assistiram a pelo menos um episódio da série Scream Queens reconhecem nela um humor peculiar. 

As personagens fazem intervenções descontextualizadas e, muitas vezes, sem qualquer sentido. Os próprios cenários e situações tornam-se ridículos aos olhos do espectador.  

Trata-se nada mais, nada menos, do que um recurso utilizado pelos autores, denominado de Nonsense e definido como: 

«Expressão, linguagem ou situação ilógica, absurda, desprovida de sentido ou de coerência.»  (do inglês, non [não] e sense [sentido])

O caso mais claro desta estratégia de humor está em Alice no País das Maravilhas. Em português, encontramos a personagem do Parvo de o Auto da Barca do Inferno. As suas falas desarticuladas e ilógicas fazem parte do que é o recurso vicentino do nonsense.

*

Para explicar melhor este processo, e como funciona na série, gostaria de analisar convosco três das personagens que melhor representam este tipo de humor.



Fonte: http://vignette4.wikia.nocookie.net/screamqueens/images/0/09/Sq_42-abigail-breslin-ad-singles_2876_pw.jpg/revision/latest?cb=20151219062455&path-prefix=pt-br


Chanel number 4 faz parte da irmandade Kappa Kappa Tau. Ela é mais uma das submissas da presidente Chanel Oberlin, que assim apelida cada uma com o seu nome seguido do número de ordem de entrada no grupo. #nonsense

A rapariga afasta-se do padrão de beleza estipulado por Chanel, estando um pouco acima do peso, e por isso, revela uma baixa auto-estima. Tambem por este facto, a mesma não consegue pretendentes.
- Estou. Eu quero falar com o presidente do Tinder. Este aplicativo está avariado. Eu tenho zero swipes no meu perfil.  

A presidente constantemente a rebaixa e não se coíbe de expor o seu obscuro segredo: a sua vagina tem dentes! #nonsense


Fonte: http://modogeeks.com/wp-content/uploads/2015/12/3eb6a18f06324c1bcc05ad98791b1966.jpg


    *

Fonte: http://vignette2.wikia.nocookie.net/scream-queens/images/6/68/Sq_02-glen-powell-ad-singles_0214_pw.jpg/revision/latest/top-crop/width/320/height/320?cb=20150701195911


Chad Radwell é o típico menino rico. Presidente da fraternidade Dickie Dollar Scholars e exímio jogador de ténis. O personagem assume-se como necrófilo, ou seja, possui desejos sexuais por cadáveres. Namorado de Chanel Oberlin, vive uma relação de interesses e mantém casos com mulheres mais velhas e de perfil singular.

Early Grey: Olha companheiro, há um rumor desagradável por aí a dizer que tu tens um caso com ... a reitora.
Chad Radwell: Isso não é um rumor desagradável, é um rumor verdadeiro. Estou totalmente apaixonado pela Dean Munsch.
Early Grey: Há também um boato que diz que tu dormiste com uma das seguranças.
Chad Radwell: Denise Hemphill...Hum, sim! Quer dizer, ela é divertida. Não estou a brincar, ela realmente sabe o que faz. 

Chanel Oberlin: Chad, ouve, tens de nos ajudar. Estamos presos na casa, e o meu telemóvel é o único que funciona. Eu tenho a certeza que a torre de rede de telemóveis foi derrubada.
Chad Radwell: Espera, por que motivo o teu funciona, então?
Chanel Oberlin: Porque o meu telemóvel é via satélite. Elon Musk deu-mo, ele é projectado para viagens espaciais. O meu pai é super rico, Chad!
Chad Radwell: Eu sei, essa é a minha coisa preferida sobre ti, baby!

Chad Radwell: Eu estava apenas, hum... Eu estava, hum...
Hester Ulrih: Diz!
Chad Radwell: Tu sabes, às vezes, hum, às vezes, eu gosto de vir aqui e tocar nas lápides. Quando eu encontro uma lápide, eu gosto, eu, hum... eu sinto-me conectado com ela, eu gosto de me esfregar nela.
Hester Ulrich: Eu percebo-te. Eu compreendo-te melhor do que ninguém. Eu também acho cadáveres extremamente excitantes. 



Fonte: http://data.whicdn.com/images/204828004/large.jpg


#nonsense 

*

Fonte: http://media3.popsugar-assets.com/files/2015/10/07/973/n/1922283/1c12a8f9c64337f8_sq_06-niecy-nash-singles_0299_pw_hires2/i/Denise-Hemphill.jpg


Denise Hemphill, uma segurança privada, contratada para descobrir e prender o assassino "Red Devil". Pronta a cumprir a sua missão, desvia-se dela porque os seus atos atrapalhados não se coadunam com o discurso exato. #nonsense


Fonte: https://img.buzzfeed.com/buzzfeed-static/static/2015-09/30/16/enhanced/webdr06/anigif_
enhanced-854-1443646455-2.gif?no-auto
Fonte: https://img.buzzfeed.com/buzzfeed-static/static/2015-10/1/11/enhanced/webdr05/anigif_
original-grid-image-2672-1443714020-21.gif?no-auto


Ela reage de forma hilariante às situações mais dramáticas. #nonsense


video
Fonte: https://webappstatic.buzzfeed.com/static/2015-10/1/12/tmp/webdr04/2c174b4c7492885beba9cab2b8763ccf-0.mp4

video
Link: https://webappstatic.buzzfeed.com/static/2015-09/30/17/enhanced/webdr09/anigif_enhanced-6085-1443647691-5.mp4

video
Link: https://webappstatic.buzzfeed.com/static/2015-09/30/17/enhanced/webdr03/anigif_enhanced-14365-1443647710-15.mp4


A personagem "rouba a cena" sempre que aparece, revelando o seu modo paródico
#nonsense

Fonte: https://img.buzzfeed.com/buzzfeed-static/static/2015-09/30/17/enhanced/webdr02/anigif_enhanced-30487-1443648459-2.gif?no-auto


*

Das personagens referidas, arrisco-me a dizer que Denise encerra o que se espera deste tipo de humor. 
A coerência e a incoerência numa só, o ridículo, a graça e o carisma. A elevação do nonsense ao plano da arte. 

Fonte: https://img.buzzfeed.com/buzzfeed-static/static/2015-09/30/17/enhanced/webdr04/anigif_enhanced-19523-1443647773-2.gif?no-auto

Fonte: https://img.buzzfeed.com/buzzfeed-static/static/2015-10/1/11/enhanced/webdr09/anigif_original-grid-image-1809-1443714144-5.gif?no-auto

Fonte: https://img.buzzfeed.com/buzzfeed-static/static/2015-09/30/17/enhanced/webdr04/anigif_enhanced-19243-1443647820-2.gif?no-auto

Fonte: https://img.buzzfeed.com/buzzfeed-static/static/2015-10/1/11/enhanced/webdr03/anigif_original-grid-image-5588-1443714169-10.gif?no-auto



A propósito, este ano acerca da atribuição dos prémios da Academia, os Óscares, mais uma vez se falou da discriminação dos atores negros. Eu acredito que estamos num bom caminho, aliás tem-se vindo a reconhecer o talento de várias atrizes negras, como foi o caso da Niecy Nash (interpreta Denise Hemphill), galardoada com um Emmy. Ainda bem que assim é, que a valorização seja feita e estendida.

Escrito por Mariana Pinto

6 comentários:

  1. Esta série é tão parva que se torna mesmo engraçada, uma espécie de "Scary Movie" das séries de televisão. O verdadeiro guilty pleasure absurdo. Que venha a segunda temporada e que venha a Denise Hemphill com ela, que a cena com a Shondell foi das mais engraçadas que vi na televisão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, e é mesmo esse o objetivo do nonsense. O Ryan foi corajoso, porque este é um tipo de humor arriscado, ou se adoro ou se odeia, ou seja, há quem ache muita piada e quem não encontre graça alguma.
      Sim, também espero que ela esteja na 2.ª temporada, é um excelente contributo (e já conquistou muitos fãs :D)

      Obrigada pelo(s) comentário(s) :)

      Eliminar
    2. O Ryan Murphy tem essa dualidade, tanto faz produtos sérios como Nip Tuck ou American Crime Story, como vai para o humor ridículo como Glee e Scream Queens, o problema é quando começa a misturar os dois e acaba por fazer asneira como acontece tantas vezes em American Horror Story...

      Eliminar
    3. Concordo! Talvez tenha é mais sucesso nos primeiros (só uma opinião)! Em relação a AHS, além disso, ele peca por querer sempre incluir todos os atores de temporadas anteriores e que ele gosta e ficar com histórias incompletas e personagens mal aproveitadas.

      Eliminar
    4. Exacto. Isso foi muito visível agora na última temporada com a personagem da Angela Bassett por exemplo (entre outras, que aquilo foi uma rebaldaria...). Mas mesmo em Nip Tuck lá para o meio aquilo foi perdendo o norte. Enfim, pelo menos em Scream Queens já sabemos que não é para levar a sério ahah

      Eliminar
  2. Sim, foi bastante notório! Ela tinha potencial para sempre uma grande adversária da Condessa e acabou por nem se vingar e morrer às mãos dela. Em "Scream Queens" realmente dá para tolerar mais os "deslizes" :D

    ResponderEliminar