segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

«A Rapariga Dinamarquesa»

Fonte: http://filmspot.com.pt/images/filmes/posters/big/306819_pt.jpg


M14 | The Danish Girl | Tom Hooper | Eddie Redmayne, Alicia Vikander | 120min. | 2015


Inaugurei o meu ano cinematográfico com o filme, certamente candidato aos Óscares, A Rapariga Dinamarquesa, dirigido por Tom Hooper e estrelado por Eddie Redmayne e Alicia Vikander. E que bem que começou! Com uma mensagem que reforça os valores do amor e da condescendência. 
A longa-metragem apresenta-nos a história de Einer e Gerda Wegener, um casal dinamarquês de pintores talentosos, visionários, apaixonados e até causadores de algum ciúme alheio. Um dia, por diversão e para contrariar a seriedade dos eventos sociais para os quais são convidados, os jovens decidem jogar a uma espécie de «faz-de-conta». Desta forma, Einer morre no momento em que desamarra Lili Elbe do seu íntimo e redescobre a mulher que sempre foi. Determinada a alcançar o corpo que é seu, Lili submete-se a duas intervenções cirúrgicas de risco elevado, já que nem a medicina nem a mentalidade dos anos 20 se afiguravam desenvolvidas. 
Convido-vos a assistir ao desenlace desta obra tão sensível que, para além de realçar a coragem de Lili, louva quem, a meu ver, é a heroína da história: Gerda, símbolo do amor despretensioso. 
No que diz respeito às atuações, Eddie Redmayne e Alicia Vikander são sublimes. Se ele interpreta uma «ainda-menina» que está a descobrir, aos poucos, a sua feminilidade e o quão excitante, confuso e apaziguador isso é, ela dá corpo à robustez psicológica de uma «já-mulher». 


P.s. Levem lenços de papel para a sala de cinema porque, provavelmente, vão brotar uma lágrima! =D


Fonte: Universal Pictures Portugal

Escrito por Susana Ferreira.


Sem comentários:

Enviar um comentário