sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

A nossa pele.

Olá a todas e a todos!

Para começar, é necessário referir que não sou, de longe, nenhuma expert em maquilhagem; tudo o que será escrito aqui é resultado de várias pesquisas minhas e da minha experiência pessoal, portanto o que resulta para mim pode não resultar para vocês e vice-versa. Existem “regras” básicas sim, mas já lá vamos.

Visto que se trata do primeiro texto sobre maquilhagem aqui no blog, considerei ser fundamental escrever sobre o que está por trás desse processo, ou seja, conhecer a nossa pele. O que eu mais vejo são pessoas a usarem maquilhagem todos os dias, sem nenhum tipo de cuidado, isto é, sem cuidarem devidamente da pele. A verdade é que vocês podem usar a base mais cara de sempre que não vos vai ficar bem se a vossa “tela” não estiver limpa e com irregularidades. Sem falar no óbvio: a maquilhagem faz-nos mal à pele, logo super que é necessário protegê-la ao máximo. 

Primeiro do que tudo é importante conhecer o vosso tipo de pele, porque, se repararem bem, não existe um creme universal para toda a gente; existem vários tipos de cremes para vários tipos de pele. Por alguma razão é. Não custa nada tentar perceber que tipo de pele têm, basta tirar um minuto do vosso dia e olharem ao espelho. No geral, existem 5 tipos de pele, sendo eles:

- Pele normal: a pele perfeita, diria. Se nasceste com este tipo de pele, muitos parabéns, i’m jealous. É o tipo de pele que não precisa de graaaandes cuidados, não é demasiado seca nem demasiado oleosa. Não tem tendência a criar manchas nem borbulhas e/ou pontos negros. Também não tem os poros dilatados, porque não produz óleo a mais. 

- Pele mista: o tipo de pele mais comum. E é o meu, também. É oleosa na zona T (testa, nariz e queixo) e normal ou seca no resto da cara.  Tem tendência para ter eventuais borbulhas na testa e queixo, bem como para produzir óleo em excesso. 

- Pele oleosa: Brilho em excesso? Poros dilatados? Oleosidade? Tudo coisas boas para quem tem este tipo de pele. Na minha opinião, é um dos tipos de pele que mais cuidado exige, devido à grande produção de óleo e de sebo, que, em determinados casos, pode levar ao desenvolvimento de acne, por exemplo. 

- Pele seca: Outro tipo de pele mais difícil. É uma pele “sem vida”, baça, áspera, que repuxa, praticamente sem elasticidade nenhuma e, em certos casos, com tendência a descamar. Precisamente por não produzir óleo, as rugas surgirão mais cedo. É uma pele que envelhece com mais facilidade, justamente por não ter elasticidade. 

- Pele sensível: a que exige um tipo de cuidados especiais, a meu ver. A pele sensível é muito reativa e torna-se irritada e/ou inflamada muito facilmente, independentemente da condicionante (calor, stress, ciclo menstrual…). O mais certo é terem de recorrer a um dermatologista para saberem o que podem ou não usar (tanto de maquilhagem como de cuidados de pele).

Posto isto, passemos à fase seguinte: limpar a nossa pele. Desenganem-se se pensam que por não usarem maquilhagem que a vossa pele está limpa e radiante. Muito pelo contrário! Se à noite passarem um disco de algodão com desmaquilhante vão ver que ele vai sair sujinho. Isto porque não é só a maquilhagem que faz mal à pele; a poluição, o pó e outras coisas que tais também sujam e muito! Por isso, é importante limpar a nossa pele não só à noite mas também quando acordam! E vocês perguntam: “então mas se eu limpei à noite e se fui dormir, de manhã a pele vai continuar limpa!Resposta errada! Durante a noite é quando a nossa pele se renova, produzindo óleo e eliminando impurezas. Por isso, no dia seguinte de manhã, se passarem igualmente o disco de algodão com desmaquilhante na vossa cara, lamento, mas o disco vai sair sujinho também.

 Segundo passo: hidratar. Como referi acima, existem vários tipos de cremes para vários tipos de pele, e depois de identificarem qual é o vosso torna-se mais fácil que creme escolher, ou seja, se têm pele seca têm de comprar um creme para pele seca, se têm pele mista igual e por aí adiante. Se têm pele seca, precisam de um creme que vos confira uma maior hidratação, ou seja, se usarem um creme para pele oleosa (que tem de se caracterizar pela sua ação matificante, essencial no combate da oleosidade e o brilho) estão a ir contra tudo o que vossa pele precisa, porque, neste caso, tudo o que uma pele seca menos precisa é de algo que a faça ainda mais seca, entendem? É sempre esta a lógica! O mesmo com a maquilhagem, sobretudo no que toca a bases. Vou dar-vos um exemplo: eu tenho pele mista, certo? Então eu preciso de uma base que seja matificante mas não em demasia. Certo dia, quis comprar uma base nova e comprei uma para peles secas (que by the way, era esta: http://www.borboletasnacarteira.com.br/wp-content/uploads/2012/02/IMG_9555_opt.jpg ). Resultado: a base não aderiu nada à minha pele, tinha de estar constantemente a colocar pó na minha zona T para matificar, enfim… lá está, porque a base não era adequada para o meu tipo de pele. 

REGRA BÁSICA NÚMERO 1: TÊM DE IR AO ENCONTRO DO QUE A VOSSA PELE PRECISA. SEMPRE. PARA SEMPRE.

E peles oleosas, por exemplo, precisam igualmente de hidratação. Todo o tipo de peles precisa, desde que os produtos sejam adequados às características de cada tipo. E nunca, mas mesmo NUNCA se esqueçam que a hidratação vem maioritariamente de dentro: 1,5l de água por dia se faz favor – regra básica número 2

Terceiro passo: esfoliar. Esfoliar é tão mas tão essencial, meu deus do céu. Pensamos sempre: “meh, não tenho tempo, não faz diferença”.  Mas faz tooooooda a diferença, seja na cara ou no corpo, e só perdem 10 minutinhos. Por norma, fazer uma esfoliação semanal chega, mas existe quem o faça diariamente, lá está, para atender aos pedidos de cada tipo de pele. Esfoliar a pele significa remover as células mortas da superfície e também o excesso de óleo produzido, alisando-a. Basicamente, estão a dar uma nova pele à vossa pele. E todo o tipo de cremes que colocarão a seguir irão resultar melhor, pois serão totalmente absorvidos.

Para finalizar, deixo aqui a sagrada regra número 3 (que devia estar estritamente implícita para quem usa maquilhagem, mas infelizmente não está): NUNCA, MAS MESMO NUNCA dormir com maquilhagem. PIOR ERRO DA VOSSA VIDA. Não há palavras suficientes que expliquem o quão mau é dormir com maquilhagem. Vocês vão ganhar todo o tipo de borbulhas, irritações, envelhecimento precoce, tudo. Já para não falar da cara de panda que acordam no dia a seguir. 

Por isso, meninas e meninos, antes de se iniciarem no mundo da maquilhagem, recomendo vivamente que conheçam e que cuidem do maior órgão do corpo humano. Lembrem-se de que a vossa cara laroca é a capa do vosso livro e o que se vê primeiro do que tudo.

Beijinhos!

Fonte: http://www.borboletasnacarteira.com.br/resenhas/review-base-fit-me-maybelline
Escrito por Sónia Dias

Sem comentários:

Enviar um comentário